top of page
TOP

#PUBLI

Conheça o Ysos App

O ysos é o app oficial para casais, solteiras e solteiros marcarem encontros

com pessoas reais sem enrolação, sem tabus, com SIGILO e segurança.

Tempo VS Maturidade: a ilusão do tempo como fator de conhecimento no meio liberal


Salve libinautas! Quero começar este post esclarecendo algo importante: o que vou compartilhar aqui não é de forma alguma uma indireta, nem representa uma opinião generalizada. Estamos apenas discutindo casos isolados, mas infelizmente não raros, que observamos no meio liberal.


É um fato: algumas pessoas encaram o meio liberal como uma pequena empresa em busca de profissionais com vasta experiência comprovada para preencher suas poucas vagas disponíveis. Mas será que essa abordagem é a mais acertada? Vamos refletir juntos.


Estátua de busto e cabeça aberta com papéis coloridos e amassados saindo de dentro.

Primeiramente, quero deixar claro que perguntar sobre a experiência de alguém no meio liberal pode ser útil em algumas situações. Entender o nível de conhecimento de uma pessoa pode nos ajudar a adaptar nossa abordagem e oferecer suporte apropriado, seja para aqueles que estão iniciando e têm dúvidas e receios, seja para aqueles que já têm experiência e sabem o que procuram.


Porém, o problema surge quando usamos essa informação para questionar a maturidade de alguém no meio liberal ou para decidir quem está certo ou errado em uma discussão. Afinal, nem sempre quem tem mais experiência está correto. Como diz o ditado, "prática leva à perfeição", mas praticar idiotices apenas nos torna perfeitos idiotas.


Vamos analisar um exemplo simples: letras de músicas. Quem nunca cantou uma música errado durante anos a fio? É comum! Por exemplo, quem não cantou "Arerê! Um love, love, love com você" ao invés de "Arerê! Um lobby, um hobby, um love com você"? Ou "Aui mauê, aui mauê, aui mauê, aui mauê" ao invés de "A whim away, a whim away"? Esses erros não nos tornam menos capazes ou menos experientes, apenas humanos.


O mesmo se aplica ao meio liberal. O tempo que alguém passou nele não é necessariamente um indicador de sua sabedoria ou maturidade. Tentar vencer uma discussão com base nesse critério é como um bolo de estupidez com uma cereja de soberba no topo.


A verdade é que todos nós estamos sujeitos a cometer erros, independentemente da nossa experiência ou tempo de vivência no meio liberal. O importante é estarmos abertos ao aprendizado e à evolução, independentemente de onde venhamos ou de quanto tempo estejamos neste meio.


Então, o que realmente importa no meio liberal? Em minha opinião, o que importa é a abertura para o diálogo, o respeito pelas diferenças e a disposição para aprender e crescer juntos. Afinal, somos todos seres humanos em busca de conexões autênticas e experiências significativas.


E você, o que pensa sobre isso? Estamos ansiosos para ouvir sua opinião e enriquecer ainda mais essa discussão. Deixe seu comentário abaixo e vamos continuar essa conversa juntos! 💬🤔

Comments


Leia mais

Seu e-mail não ficará visível

bottom of page